fbpx
FM Cittadinanza - P.IVA 04358910166 - Itália
+39 0345 1821789
contato@fmcittadinanza.com

Declaração de Presença. Eu preciso fazer ao chegar na Itália?

FM Cittadinanza

Entenda quando e porque você deve fazer a sua Declaração de Presença junto as autoridades policiais na Itália.

Quando as pessoas pensam em vir pra Itália fazer o seu processo de reconhecimento da cidadania italiana, pensam primeiro em quanto vai custar essa viagem, e começam a procurar por vôos durante um certo período, contando que o preço da passagem vai cair e logo eles vão conseguir comprar uma passagem com o valor mais barato que poderiam achar.

Isso é normal, e não estão errados em pensar em economias, principalmente quando a grana é curta e isso precisa ser realizado com o mínimo investimento possível, porem fique atento com passagens baratas.

Quando você encontra um passagem muito barata, praticamente em 80% dos casos esse voos passam por outros países antes de entrar no território italiano, e isso pode te trazer algumas dores de cabeça, principalmente se você tiver pressa porque o dinheiro que você pretende levar pra viver na Itália é pouco, e neste caso tempo é dinheiro, porque enquanto estará realizando seu processo não poderá trabalhar e isso torna tudo ainda mais complicado, 1 dia a mais é euros gastos que foram pagos com reais.

Quando você compra uma passagem aérea que irá fazer conexão em PARIS (FRANÇA), vai trocar de aeronave e depois vir pra Itália, o controle de imigração que você vai passar é o da França e o carimbo que você vai receber de visto é Francês. Certo?

Pois é, e agora quando você entrar na Itália, você acha que vai receber um novo carimbo em seu passaporte, só que desta vez italiano? Não vai, sabe porque?

Isso não será possível pois a França e a Itália fazem parte do ESPAÇO SCHENGEN, vamos resumir brevemente o que é:

Esta história começou em 1985, quando cinco Estados‑Membros da União Europeia decidiram suprimir os controlos nas suas fronteiras internas — assim nasceu o Espaço Schengen. Num continente onde anteriormente as nações derramavam sangue para defender os seus territórios, hoje as fronteiras só existem nos mapas.

Mapa do Espaço Schengen, países pertencentes

Voltando ao nosso assunto, a França é um país que faz parte do Espaço Schengen e a Itália também faz parte, entendeu o problema? Agora se não existe mais fronteiras entre esses países e você já passou no controle de imigração da França, por qual motivo você passaria novamente em outro controle. Isso só iria acontecer se você fizesse conexão em um país não pertencente ao Espaço Schengen e depois fosse vir pra Itália.

Ai vem o problema, a França sabe que você entrou no país dela, mas a Itália não sabe disso, por isso ao chegar na Itália sem um visto de entrada na imigração italiana, vai te obrigar a ir até a uma Questura (Polícia Federal Italiana) mais próxima de onde você vai viver pelos próximos meses.

Caso o voo fosse feito sem escalas, nosso passaporte registraria, diretamente, a data de chegada na Itália, sem dar margem para quaisquer problemas, agilizando o processo e economizando alguns dias a menos no seu processo.

Visto de entrada na Imigração

Agora que você entrou na Itália, se estabeleceu no endereço onde vai residir pelos próximos meses, você precisa comparecer no MÁXIMO EM 8 DIAS na Questura mais próxima do endereço onde você irá morar.

O documento consiste em uma pequena folha, na qual você precisará completar os seguintes dados:

  • Dados pessoais gerais
  • Data de chegada na Itália
  • Aeroporto pelo qual você entrou
  • Endereço do imóvel onde você ficará hospedado

Exemplo de formulário de Declaração de Presença na Itália

Depois de preencher essa folha, você precisará levá-la ao Ufficio Immigrazione da questura mais próxima do local onde você irá se hospedar. Além dela, serão necessários também os seguintes documentos:

  • Uma cópia da página do seu passaporte que contém os seus dados pessoais;
  • Uma cópia da página do seu passaporte que contém o carimbo de entrada na Europa;
  • O comprovante de um seguro de saúde que tenha a mesma duração da sua estadia;
  • Uma cópia do documento de quem está te hospedando no imóvel;
  • Uma cópia da cessione di fabbricato.

Cessione di fabbricato: declaração de hospedagem, documento necessário para quem vai para a Itália e não ficará hospedado em hotéis ou albergues, mas sim na casa de amigos, familiares ou qualquer outra pessoa residente no país. Para quem vai alugar um imóvel na Itália, o proprietário do local precisa fornecer e assinar esse documento para que sua residência seja legalizada.

Atenção: o rol de documentos exigidos poderá variar de questura para questura (algumas são mais exigentes, outras mais flexíveis), mas dificilmente será algo que não conste na relação acima.


 

Responder